Um encontro do secularismo com o sagrado

Aqui, uma matéria interessante. O relato de um jornalista, presumo que seja agnóstico ou ateu, sobre sua experiência de ir visitar os restos mortais de Teresa de Lisieux, mais conhecida como Sta. Teresinha do Menino Jesus, que ficaram expostos na Inglaterra por algumas semanas – ou seja, um programa católico com “C” maiúsculo, água benta…

A Mancheias

Até onde eu sei, o conceito de booktown nasceu em Hay-on-Wye, no País de Gales, e se espalhou por toda a Europa. São cidadezinhas pequenas que basicamente vivem de e para livros. Apenas para que se tenha uma noção, Hay-on-Wye tem 1.300 habitantes e 20 livrarias, com mais de dois milhões de livros à venda.…

O Inferno é uma Raspadinha de Limão

Talvez você já tenha parado para pensar sobre o Inferno. Se você é católico, ou protestante, ou judeu, ou muçulmano, provavelmente já pensou no assunto. Se você é ateu, agnóstico ou similares o tema também já deve ter cruzado a sua mente, talvez como mais um motivo para não aderir a uma religião. O que eu acho é que a versão…

Pegando carona

Graças ao tovaritch Júlio Lemos, fui atrás a respeito de Rémi Brague. Já tinha ouvido falar de seu trabalho e fiquei sinceramente espantado com o escopo que ele apresenta em seu A Lei de Deus – História Filósofica de uma Aliança, publicado aqui pela Loyola (alías, se alguém merece o troféu Vamos-Tirar-o-Brasil-da-Lama, o prêmio deste ano certamente…

We call them “cowboys”

Tive a sorte, nesta semana, de conhecer Rémi Brague numa palestra, descrita num artigo do Tagespost (em alemão) e comentada em meu blog. Mas o que nos interessa aqui é uma surpreendente entrevista publicada em The Clarion Review intitulada “Yellow Ants“, Fundamentalists, and Cowboys. Ela servirá de introdução às principais preocupações desse ‘pensador’ no melhor…

St. … Chesterton?!?

Em sua recente conferência de Oxford, a Chesterton Society decidiu que dará início ao processo de postulação para a canonização do grande escritor inglês.  Depois da beatificação de Newman, será que teremos um dia São Gilberto Chesterton? Deixo-os com este soneto, escrito por ele em 1922, no dia da sua conversão ao catolicismo: The Convert After one moment when…

Uma encíclica problemática

O lançamento da nova encíclica papal, Caritas in Veritate, não provocou muito rebuliço na mídia – talvez por que ela apareceu no mesmo dia do funeral de Michael Jackson, talvez por que o que a imprensa espera é o encontro do próprio Papa com Obamis em L´Aquila -, mas alguns intelectuais católicos já leram e…

O alienista

A presença de Richard Dawkins na FLIP me lembra muito a de Simão Bacamarte na novela de Machado de Assis: insiste em querer parecer ser inteligente quando, na verdade, o que milita é mais uma variação da burrice irracional. Provas? Então leiam este texto de Theodore Dalrymple, por sinal também um não-crente, mas que mostra…

The Economist e os filhos do secularismo

“…e então, conforme a educação e a ciência progediam, as forças obscurantistas da religião iam retrocedendo cada vez mais, até que, finalmente, com a emancipação final da razão humana, toda forma de crença religiosa desapareceu e os homens iniciaram a verdadeira civilização do amor e da racionalidade e viveram felizes para sempre (no sentido puramente…

Neurologia e religião

A neurologia é de Marte; a religião é de Vênus. Água e óleo. Não se olham na cara e falam uma da outra pelas costas. Que inesperado, então, que travem, de vez em quando, relações amigáveis, como parece ser o caso do novo livro resenhado no Washington Post. Trata-se de “How God Changes Your Brain”, do neurologista Andrew Newberg. Dizem as fofoqueiras que…