mercado de escravos

Um mercado livre?

  Marcos Paulo Fernandes de Araujo* Enfrentando questões profundas da realidade humana com a delicadeza de quem pensa estar diante de um teorema geométrico, há algumas pessoas no cenário intelectual que se destacam por pensar que para que um mercado seja verdadeiramente livre é necessário que nele sejam permitidas transações tais como o livre comércio…

tocqueville

O liberalismo clássico e as tradições morais

    Gustavo França*   Como já deixei claro em meu primeiro texto (http://www.dicta.com.br/uma-esperanca-para-as-ideias/), em nada me apraz a direita brasileira, tão dada a jargões, a picuinhas e a chiliques quanto a esquerda. Essa direita comporta vários espécimes particularmente curiosos. Além dos muito conhecidos reacionários à la Manhattan Connection, há os liberais anticonservadores, nos quais…

Sacrifice_of_Isaac-Caravaggio_(Uffizi)

Religião, violência e liberdade

    Joathas Bello*   René Girard, importante autor contemporâneo, sustenta que a religião é um dos meios mais poderosos com os quais o homem contou para controlar a espiral de violência que ameaça a comunidade: a solução do bode expiatório servia para amenizar os conflitos sociais nascidos do que ele chamou “desejo mimético” (o…

nativity

Natal e secularismo

    Joathas Bello*   O Natal celebra, de acordo com a tradição cristã, o nascimento do Homem-Deus, Jesus, o Cristo. Já são lugares comuns, nos meios cristãos, as afirmações de que o sentido do Natal se perdeu, de que ninguém lembra o aniversariante, de que tudo é consumismo, etc. No entanto, não deixa de…

CommonLaw1959

Tiranicídios II ou Fiat Lex

    Marcos Paulo Fernandes de Araujo*   No artigo que escrevi há algumas semanas, procurei ilustrar a semelhança entre a inflação – especialmente a decorrente da capacidade dos governos de emitir moeda ex nihilo (fiat inflation) –, que transmite uma informação falsa principalmente no que concerne à quantidade de coisas à disposição no mercado,…

oxford

Por uma universidade contemplativa

    Gustavo França*   Em meu último artigo (http://www.dicta.com.br/uma-esperanca-para-as-ideias/), defendi a premente necessidade de retorno à produção de ideias no Brasil. Parece-me relevante referir-me agora a um dos pontos nevrálgicos desse problema tão contemporâneo, em todo o mundo: a estrutura das universidades. Acredito ser passada a hora de propor uma reformulação radical do próprio…

Human Rights

A legalização do aborto e os direitos humanos

  Pedro Ribeiro*   Aos meus míseros olhos, um dos sinais mais patentes da falta de perspicácia em uma pessoa é a sua incapacidade de perceber a radicalidade dos problemas. Nada é tão característico do homem ingênuo quanto a sua tendência a simplificar tudo. Para ele, mesmo as questões mais graves são óbvias, simples, sem…

Medéia

Somos todos Zé Maria-Ninguém

Guilherme Krueger* Peço desculpas, mas sem julgar as mulheres que abortam, não posso e não devo aceitar o argumento de que, sendo o Estado laico, o aborto é um assunto estrito de saúde pública. A máxima “meu corpo, minha lei” supõe o corpo como inteiramente pertencente a uma pessoa. Isso é uma convicção cega, pois…

Nabuco.XXX

Nabuco: uma estreia animadora

Renato José de Moraes* “NABUCO – Revista Brasileira de Humanidades” é uma publicação trimestral de ensaios e artigos sobre a cultura brasileira e seu lugar no mundo, com especial ênfase em literatura, filosofia, história e sociologia. Sai nos meses de fevereiro, maio, agosto e novembro”. Por trás desta breve explicação, está uma revista ótima, cujo…